Atendimento à Criança

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“A Criança ainda é o sorriso do futuro na face do presente. Evangelizá-la é, pois, espiritualizar o porvir, legando-lhe a lição clara e pura do ensinamento cristão, a fim de que, verdadeiramente, viva o Cristo nas gerações de amanhã.” Francisco Spinelli

 

A Importância da Evangelização Infantil

 

"É possível a renovação do mundo em que habitamos, além da reforma interior de cada um para o bem, sem darmos à criança de hoje o embasamento evangélico?

Sem a renovação espiritual da criatura para o bem, jamais chegaríamos ao nível superior que nos compete alcançar. Ajudar a criança, amparando-lhe o desenvolvimento, sob a luz do Cristo, é cooperar na construção da reforma santificante da humanidade, na direção do mundo redimido de amanhã." (Emmanuel, Encontros no Tempo, 5. ed., perg. 42)


Por que o período infantil é o mais importante para a tarefa educativa?

“Encarnando, com o objetivo de se aperfeiçoar, o Espírito, durante esse período, é mais acessível às impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem o adiantamento, para o que devem contribuir os incumbidos de educá-lo.” (Allan Kardec, O livro dos espíritos,76. ed., perg. 383).

“A delicadeza da idade infantil os torna brandos, acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. Nessa fase é que se lhes pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores.” [...]. (Allan Kardec, O livro dos espíritos, 76. ed., perg. 385).

 

Por que a escola de evangelização espírita infantil antes dos 7 anos de idade?

 

“109. O período infantil é o mais importante para a tarefa educativa?

- O período infantil é o mais sério e o mais propício à assimilação dos princípios educativos.

- Até aos sete anos, o Espírito ainda se encontra em fase de adaptação para a nova existência que lhe compete no mundo. Nessa idade, ainda não existe uma integração perfeita entre ele e a matéria orgânica. Suas recordações do plano espiritual são, por isso, mais vivas, tornando-se mais suscetível de renovar o caráter e estabelecer novo caminho, na consolidação dos princípios de responsabilidade, […].

- Passada a época infantil, credora de toda vigilância e carinho por parte das energias paternais, os processos de educação moral, que formam o caráter, tornam-se mais difíceis com a integração do Espírito em seu mundo orgânico material,[...].”

(Emmanuel, O Consolador, 15. ed., perg. 109).

 

Qual deve ser o conteúdo espírita a ser estudado pela criança na escola de evangelização?

 

“Temos ouvido o espírito de Emmanuel há muitos anos com respeito a estes assuntos, […]. Nós sempre nos desvelamos em nossas casas, no ensino da bondade, do perdão, das atitudes evangélicas em si, mas precisávamos descobrir um meio de comunicar à criança, algum ensina-mento em torno da Lei de Causa e Efeito, mostrando determinados tópicos dos mais expressivos para o mundo infantil, com respeito à reencarnação, um problema da imortalidade da alma.

Muitas vezes, nós esquecemos de conduzir a criança para este tipo de lição, para este tipo de comentários, com receio de apressar na mente das crianças determinados pensamentos com relação a morte do corpo.

Precisávamos estudar quais os meios de começar a oferecer à criança, bases para que ela se conheça no mundo em que está vivendo e naquele mundo social em que ela vai viver.”

(Emmanuel , A Terra e o semeador, 7. ed., perg. 101)

 

O que é o Instituto da Criança?

 

O Instituto da Criança é uma unidade de trabalho, ensino e pesquisa, especializada no atendimento à infância.

Laboratório de experiências fecundas onde se busca a compreensão do ser reencarnante em seu estágio infantil, se labora pela atualização contínua de conteúdos e procedimentos didáticos-pedagógicos, e representa a sintonia da teoria com a prática, a compreensão aliada à ação, o amor materializado em benefícios no campo do atendimento à criança no Centro Espírita.

Ressaltamos a importância deste Instituto para que o Centro Espírita cumpra seu papel de Escola da Alma ensinando a viver, registrando algumas orientações onde a eloqüência dos espíritos aponta a evangelização infantil como a resposta divina para que se perpetue nas mentes e nos corações a revelação Kardequiana, sob as bênçãos de Jesus Cristo, pelos tempos afora.

A educação no período infantil, sua utilidade e relevância, bem como a necessidade que tem o evangelizador de estudar e se preparar continuamente compõe o que denominamos de justificativa para que o Centro Espírita organize um Instituto da Infância com características de estudo e trabalho contínuo em favor da infância.

O Instituto da criança é dividido em 2 importantes escolas: a ESCOLA DE FORMAÇÃO DE EVANGELIZADORES e os NÚCLEOS DE TRABALHO, onde está a ESCOLA DE EVANGELIZAÇÃO INFANTIL.
Os Núcleos de Trabalho constituem um setor especializado do Instituto da Criança, com caráter pedagógico-doutrinário, responsável por agregar trabalhadores formados no Ciclo de Especialização para atuar junto à infância e por executar as diversas atividades práticas do Instituto. São eles:

 

 1 - Escola de Evangelização Espírita Infantil

 

A Escola de Evangelização Espírita Infantil é um Núcleo de Trabalho do Instituto da Criança, cuja tarefa é evangelizar a criança de 0 a 11 anos de idade.
Esta metodologia tem como modelo as escolas de evangelização infantil do mundo espiritual, descritas nos livros: Mensagem do Pequeno Morto (Neio Lúcio), Escola do Além (Cláudia Galasse), Entre a Terra e o céu (André Luiz) e o livro Voltei (Irmão Jacó), todos psicografados por Francisco Cândido Xavier.

Formação das Turmas:
Na Escola de Evangelização as crianças são agrupadas em Nível I - 0 a 5 anos e Nível II - 6 a 11 anos:

 

 Nível I - 0 a 5 anos

 Nível II - 6 a 11 anos

 BerçárioBerçário 1- 11 meses

 Bercário 2- 1 ano a 1 ano e 11 meses

 MaternalMaternal 1- 2 anos

 Maternal 2- 3 anos

 JardimJardim 1- 4 anos

 Jardim 2- 5 anos

 Intermediário- 6 anos

 Básico- 11 anos

 Médio

 Superior

 

 2 - Escola para Formação de Trabalhadores Mirins

 

 

Este Núcleo de Trabalho destina-se à formação dos evangelizadores mirins na Casa Espírita, proporcionando-lhes a oportunidade de servir no campo do bem.
Cabe ao Núcleo o acompanhamento das crianças em suas necessidades pessoais e familiares, promovendo formas de auxiliá-la sempre que necessário, o estímulo à participação em Encontros e Congressos Espíritas, difusão do gosto pelos estudos sérios e formação de trabalhadores especializados para as tarefas do Instituto.


 

 3 - Núcleo de Trabalho com a Criança de Rua

 

Este Núcleo visa desenvolver atividades preventivas e de recuperação junto à criança de rua e à criança trabalhadora, promovendo sua reintegração ao lar, à Escola, ao Centro Espírita e à comunidade em geral. Também busca desenvolver atividades assistenciais junto ao lar da criança, como visitas, culto do Evangelho e acompanhamento familiar.

 

 4 - Núcleo de Trabalho com a Criança Deficiente

 

Este Núcleo objetiva organizar o atendimento à criança deficiente, promovendo seu ajuste individual, social e espiritual, propiciando sua integração junto à Escola de Evangelização Espírita Infantil.

 

 5 - Grupos de Apoio

 Este grupo destina-se a dar apoio à execução das atividades práticas dos diversos Núcleos de Trabalho.

 

Como poderemos formar Evangelizadores de crianças?

 

O Instituto da Criança conta com a Escola para Formação de Trabalhadores. Esse é um programa que visa a formação de evangelizadores espíritas para a infância, constituindo o que denominamos de Ciclo de Especialização. O requisito para o ingresso nesta Escola é ter concluído o Ciclo Introdutório da Escola de Estudos Espíritas, com duração de 2 anos (veja estudo sistematizado).

A Escola de Formação de Evangelizadores da Infância funciona em regime de cursos sequenciados com duração semestral. O currículo é estruturado em cursos do Núcleo Comum, cursos da Parte Diversificada e Parte Prática. São sequências curriculares que atendem a funções específicas executadas paralelamente, porém de maneira integrada.

Centro espirita em aguas claras