Assistência para Gestantes

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Consiste no amparo à maternidade, informando-a da importância da reencarnação, à luz da Doutrina Espírita, a sua preparação para uma gestação saudável e consciente, despertando-a para a prática do auxílio mútuo pela confecção do enxoval e ainda a prevenção do aborto.

 

OBJETIVO E IMPORTÂNCIA

Preparar a gestante, por intermédio de curso doutrinário e de puericultura, para que venha assumir uma maternidade consciente e responsável, bem como propiciar à mesma a assistência espiritual e material, quando necessário.

 

METODOLOGIA

Para a realização do trabalho com as gestantes, alguns pontos importantes devem ser observados:

CLIENTELA:

O trabalho não visa somente o atendimento à gestante carente, mas a todas aquelas que necessitem do atendimento ofrecido, portanto, a clientela constitui de gesantes adolescentes e adultas, vinculadas ou não à Casa Espírita ou ao Posto de Assistência.

FLUXOGRAMA:

Recepção – triagem - Aula de tratamento – Passe – Lanche – curso – prática – sopa

Triagem

A gestante deve ser recebida pelo trabalhador habilitado para fazer a triagem, que vai detectar os motivos que a levaram a procurar o grupo. O triador, por sua vez, deve deixar a mãe à vontade, oferecer-lhe segurança, deixando-a tranquila para expor os motivos que a levaram até ali. Na entrevista, o triador deve realizar um levantamento de dados, identificando os porquês que a levaram a procurar o grupo; encaminhá-la ao Instituto da Caridade da Casa Espírita ou do Posto de Assistência, que estudará de forma fraterna a situação e as possíveis soluções necessárias e adequadas. Horário

O trabalho é a realizado no horário das atividades assistenciais da Casa Espírita, aos sábados, na prática dos Institutos, Posto de Assistência Espírita ou em dias previamente designados e autorizados pela Direção.

 

8:00 as 8:30 – Recepção

8:30 as 8:35 - Prece

8:35 as 9:00 – Reunião Pública

9:00 as 9:30 – Passe

9:30 as 9:40 – Lanche

9;40 as 10:30 – Triagem e Curso

10:30 as 12:15 – Oficinas

12:15 as 12:30 – Sopa

12:30 as 12:45 – Entrega de cestas e Prece

 

CRITÉRIOS DE PARTICIPAÇÃO

Ingresso da Gestante Para o ingresso da gestante no curso recomenda-se que a mesma esteja no máximo com 6 meses de gestação e que tenha interesse em participar do mesmo, assim como esteja ciente das normas do curso. Casos diferentes deverão ser analisados por ocasião da triagem e qualquer que seja a decisão, deverá ser levada ao conhecimento da direção do Instituto da Caridade.

Pré- Natal

O pré-natal é uma recomendação para a gestante, por isso o triador deverá explicar à mesma que é necessário trazer o cartão de acompanhamento médico, devidamente assinado, todo mês. É de fundamental importância que a gestante se conscientize da necessidade deste acompanhamento para a sua saúde e a do bebê.

Frequência

Ao ingressar no curso, a gestante é esclarecida quanto às normas de participação e a importância da frequência nas aulas teóricas e práticas.

 

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

 

Tratamento Espiritual

É de suma importância o tratamento espiritual, pois a gestantes é influenciada física e mentalmente, pelo espírito reencarnante. Curso Doutrinário e de Puericultura O Curso Doutrinário e de Puericultura objetiva preparar a gestante para o sublime papel da maternidade. O curso consiste em 12 aulas. No livro “Maternidade, Paternidade e Vida” lançado pela Editora Auta de Souza contém o plano de curso e conteúdo das aulas.

Visitas Domiciliares

As visitas domiciliares são realizadas com o objetivo de acompanhar as gestantes, principalmente quando estas se encontram enfermas, quando se afastam ou após o nascimento do bebê, feitas em duplas, nos dias das atividades. Lanche e Sopa

O lanche é servido no inicio das atividades. O cardápio pode variar de acordo com as condições da casa espírita, do posto de assistência espírita e os hábitos alimentares de cada região. Recomenda-se que sempre tenha sopa e esta é servida às participantes ao término do trabalho.

Oficinas para a Gestante

As oficinas são desenvolvidas após as aulas teóricas. Além de estimular a gestante a confeccionar o enxoval de seu bebê, as oficinas propiciam também a prática do auxílio mútuo, a promoção social e a terapia ocupacional. Somente poderá participar das aulas práticas a gestante que estiver devidamente inscrita e frequentando o curso Doutrinário e de Puericultura.

Desenvolvimento das Oficinas

Durante a realização das atividades deve-se continuar observando o desenvolvimento das alunas a fim de que a teoria e a prática se deem de forma integrada. Deve-se também estabelecer no grupo laços de amizade, confiança e auxílio mútuo. As oficinas são realizadas com o objetivo de fortalecer os vínculos afetivos entre as participantes. Nas oficinas podem ser ministradas várias atividades manuais, como tricô, crochê, costura, bordados, pintura, arte culinária e outras. Algumas sugestões estão nos anexos deste manual.

Grupo de Voluntários na confecção do enxoval

Além do enxoval confeccionado pela gestante, pode-se formar também grupos de voluntários compostos por trabalhadores do Instituto da Caridade ou de outros, para confecção de peças para os recém-nascidos. Este trabalho pode ser realizado na própria instituição, quando esta possuir máquinas de costura, ou nas casas dos rabalhadors. Neste caso, determina-se um dia ou mais na semana para realização da atividade, sempre com autorização da direção. Formas de aquisição do material

A falta de recursos materiais, apesar de preocupante, não deve ser empecilho para a realização do trabalho. A equipe pode lançar mão de várias alternativas como:

• Chá de berço do bebê, que consiste em campanhas entre os trabalhadores e simpatizantes, para arrecadação de tecidos, fraldas, flanelas, lã, linhas, etc.;

• Campanhas no comércio

• Convênios com órgãos governamentais

• Doações de Roupinhas Usadas

• Aproveitamento de retalhos para fazer roupinhas e mantas para o bebê

• É importante que todas as campanhas sejam do conhecimento e autorizadas pela direção, antes de serem realizadas.

 
Centro espirita em aguas claras